top of page
Buscar

O Impacto da AI no Local de Trabalho: Um Tema Fundamental para o seu Seminário


Atualmente, navegamos numa era de revolução tecnológica em que a Inteligência Artificial (AI) está a transformar fundamentalmente a forma como conduzimos as nossas vidas e orquestramos o nosso trabalho.

As profundas implicações da AI estão a causar um efeito dominó em vários setores, provocando discussão e especulação generalizadas sobre o futuro do trabalho. À medida que a tecnologia da AI avança a um ritmo sem precedentes, a paisagem profissional e os atributos que os empregadores procuram na sua força de trabalho estão simultaneamente a evoluir.

De acordo com o relatório "The Future of Jobs Report 2020" do Fórum Económico Mundial, prevê-se que a AI substituirá cerca de 85 milhões de empregos globalmente até 2025. No entanto, é essencial interpretar estes números com uma compreensão da natureza evolutiva do trabalho. O mesmo relatório também sugere que a AI criará simultaneamente aproximadamente 97 milhões de novos papéis, significando uma mudança dinâmica na estrutura e nos setores de trabalho.



4 formas como a AI impacta o Mercado de Trabalho e o Futuro do Trabalho


A medida que a AI automatiza várias tarefas repetitivas como entrada e processamento de dados, anuncia a inevitável automatização de funções de trabalho baseadas nestas competências. Contudo, nesta era de transformação impulsionada pela AI, os papéis que exigem criatividade, empatia e capacidade de resolução de problemas estão preparados para melhoramento e crescimento. Vamos explorar as formas como a AI está a impactar os empregos.

  • Automatização de tarefas repetitivas: A automatização, que envolve o uso de ferramentas tecnológicas para realizar tarefas sem intervenção humana, está a tornar-se gradualmente uma parte integral dos negócios. O objetivo principal é automatizar tarefas repetitivas e monótonas, permitindo que os empregados concentrem o seu tempo e energia em papéis mais produtivos, valiosos e significativos, como a tomada de decisões, a colaboração em equipa e a resolução de problemas. A automatização traz perfeição, precisão e eficiência, produzindo assim resultados mais eficazes do que os de uma força de trabalho manual.

  • Novas oportunidades de trabalho e deslocamento de empregos: À medida que a AI continua a progredir, estamos a testemunhar um duplo fenómeno de substituição e criação de empregos. As empresas podem precisar de utilizar os empregadores existentes para trabalharem lado a lado com a AI ou contratar novos funcionários com competências especializadas como aprendizagem automática, análise de dados e tecnologia de robótica. A AI não está apenas a automatizar empregos, mas também a abrir caminho para papéis que não existiam antes. Por exemplo, existe uma crescente demanda por especialistas em ética da AI que garantem a implementação responsável da tecnologia da AI.

  • Evolução das competências exigidas para o trabalho: A chegada da AI perturbou indústrias tradicionais, introduzindo uma mudança de paradigma nas competências necessárias para os empregos do futuro. A força de trabalho de amanhã precisará de entender o funcionamento das ferramentas de AI, adaptar-se à sua natureza evolutiva e aproveitar todo o seu potencial. Como tal, haverá um aumento na necessidade de educação e formação em AI e campos relacionados.

  • Aumento da demanda por Soft Skills: À medida que avançamos para a era da AI, está a tornar-se evidente que a expertise técnica por si só não será suficiente. Os Soft Skills são a nova moeda nesta era digital. Competências como resolução de problemas, comunicação eficaz, colaboração, criatividade e inteligência emocional complementarão as competências técnicas e serão cada vez mais procuradas. Mesmo com a AI assumindo mais tarefas, estas competências centradas no humano permanecerão insubstituíveis.



Como integrar a AI no Mercado de Trabalho ?


A AI é o fator determinante na evolução dos ecossistemas de trabalho, exigindo colaboração entre humanos e AI em tarefas físicas e cognitivas. Empresas, empregados e gestores precisarão adaptar-se e trabalhar de forma mais inteligente.

  • Papel da AI no reforço da colaboração: A AI pode ajudar a ligar fontes de dados dispersas, manter bases de conhecimento atualizadas e fornecer métricas de informação essenciais. Isso promove um ambiente que favorece a colaboração eficiente entre os funcionários e a gestão. As organizações precisam tomar medidas proativas, incluindo a educação dos funcionários sobre AI, ajudando-os a adquirir novas habilidades, e desenvolvendo estruturas para o uso responsável da tecnologia de AI.


  • Necessidade emergente de educação ou formação adicional: O crescimento da AI exige uma educação ou formação melhorada em campos como engenharia informática, análise de dados e outras disciplinas relacionadas. Mas as habilidades técnicas sozinhas não serão suficientes. Os empregadores também precisarão aperfeiçoar o seu pensamento crítico, habilidades de resolução de problemas e criatividade, essenciais para trabalhar em conjunto com os sistemas de AI.

  • Cultura orientada a dados: Para utilizar efetivamente a AI, as organizações precisam transformar-se numa cultura orientada a dados onde decisões em tempo real são automatizadas e os funcionários são empoderados. A AI pode melhorar a tomada de decisão em toda a organização e ajudar a identificar as melhores oportunidades a serem perseguidas



Seminário Corporativo: o cenário ideal para conversar o papel da AI no mundo profissional


Dado o impacto significativo da AI, é um tópico crucial a ser abordado durante um seminário. A presença de um especialista no campo da AI durante um seminário pode fornecer informações valiosas e uma nova perspectiva. Estas discussões podem fomentar um diálogo aberto entre os empregadores, respondendo às suas preocupações e discutindo as possibilidades de integração da AI nas atividades diárias da empresa.

O seminário também pode ajudar a dissipar medos relativos à AI e ao futuro do trabalho. As preocupações dos funcionários muitas vezes estão ligadas ao medo do desconhecido. Ao sensibilizá-los e formá-los para trabalhar com a AI, é possível atenuar estes medos. A participação em projetos relacionados com AI pode fornecer experiência prática e familiaridade com a AI.

A integração da AI no local de trabalho é um tópico fascinante, particularmente para seminários corporativos. Com discussões de especialistas, sessões de brainstorming e workshops sobre a integração da AI nas operações diárias, estes seminários podem servir como plataforma para crescimento e aprendizagem colaborativa.


A chegada da inteligência artificial não deve ser vista como uma ameaça, mas como uma oportunidade de crescimento e inovação. Embora possa tornar certos empregos obsoletos, inevitavelmente cria novas oportunidades. A evolução do mercado de trabalho tem sido uma constante ao longo da história, e a AI é apenas um novo capítulo nesta narrativa. Com a ACAR, abrace o futuro da AI e vamos moldar o futuro do trabalho juntos.



ACAR Corporate Events pode ajudá-lo a organizar o seu futuro seminário, integrando nestes elementos fundamentais. Confira a nossa oferta aqui.



3 visualizações0 comentário

留言


bottom of page